pinnacle

Com apoio da CNA, produtores terão primeiro defensivo para palma forrageira

Publicado em 17/11/2023 13:11
Molécula protege forrageira contra plantas daninhas que prejudicam seu crescimento

Produtores rurais, especialmente no semiárido brasileiro, terão, a partir de agora, o primeiro defensivo para proteger a palma forrageira contra plantas daninhas ou espontâneas que afetam a cultura. A medida foi anunciada nesta semana, com o registro, pelo Ministério da Agricultura, do herbicida com o princípio ativo Butiron®.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Federação de Agricultura e Pecuária do Estado da Paraíba (Faepa/PB) apoiaram o registro e atuaram junto ao Ministério para defender a produção deste defensivo voltado à cultura da palma forrageira.

“É uma notícia muito boa não só para os produtores da Paraíba, mas do Nordeste inteiro, da região semiárida, que tem a palma como grande alternativa para alimentação bovina”, afirmou o vice-presidente da CNA e presidente da Faepa/PB, Mário Borba.

O herbicida seletivo de ação sistêmica Butiron®, da empresa Adama, protege a palma contra ervas daninhas que dificultam o desenvolvimento da planta como o capim-carrapicho, timbetê, corda-de-viola, fedegoso e cochonilha de escama.

Segundo a assessora técnica da Confederação, Marina Zimmermann, o Sistema apoiou o experimento da molécula em fazendas da Paraíba e acompanhou todo o processo de solicitação do registro.

“Estamos há anos trabalhando nisso. Essa foi uma grande conquista para os pecuaristas da região semiárida brasileira”, afirmou.

Já segue nosso Canal oficial no WhatsApp? Clique Aqui para receber em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Fonte:
CNA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário

    pinnacle Mapa do site