pinnacle

Bayer é condenada a pagar US$1,56 bi após derrota em julgamento nos EUA sobre herbicida Roundup

Publicado em 19/11/2023 14:47 e atualizado em 20/11/2023 08:47

Logotipo Reuters

Por Tom Hals

(Reuters) - Um júri do Missouri determinou que a Bayer pague 1,56 bilhão de dólares a quatro demandantes que alegaram que o herbicida Roundup da empresa causou lesões, incluindo câncer, uma decisão que pode intensificar a pressão dos investidores sobre a empresa alemã de medicamentos e produtos químicos agrícolas para mudar sua estratégia jurídica.

O júri do condado de Cole, Missouri, concluiu na sexta-feira que a Monsanto, empresa da Bayer, é culpada pelas alegações de negligência, defeitos de design e por não alertar os demandantes sobre os potenciais perigos do uso do Roundup, de acordo com documentos judiciais.

Valorie Gunther, de Nova York, Jimmy Draeger, do Missouri, e Daniel Anderson, da Califórnia, receberam um total combinado de 61,1 milhões de dólares em indenizações compensatórias e 500 milhões cada em indenizações punitivas.

Cada um deles foi diagnosticado com linfoma não Hodgkin, que alegaram ter sido causado pelo uso do Roundup em suas propriedades familiares. A esposa de Draeger, Brenda, recebeu 100 mil dólares pelos danos que alegadamente sofreu com a doença de seu marido.

Os danos punitivos podem ser reduzidos em recurso, pois excedem a orientação da Suprema Corte dos Estados Unidos.

A Bayer afirmou que décadas de estudos mostraram que o Roundup e seu ingrediente ativo, o glifosato, são seguros para uso humano.

A decisão é a quarta derrota consecutiva nos tribunais para a Bayer, depois de a empresa ter sido considerada isenta de responsabilidade em nove julgamentos consecutivos. No início deste mês, a Union Investment, um dos 10 principais acionistas da Bayer, pediu à empresa que considerasse tentar negociar com os demandantes para resolver mais casos.

A Bayer disse em comunicado que possui argumentos sólidos para reverter as decisões recentes em recurso.

(Reportagem de Tom Hals em Wilmington)

Já segue nosso Canal oficial no WhatsApp? Clique Aqui para receber em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário

    pinnacle Mapa do site